Últimas Notícias
Pesca no rio Suiá Miçu em Querência/MT

Pesca no rio Suiá Miçu em Querência/MT

Compartilhe

DESTINO: Querencia/MT

ONDE PESCAR: rio Suiá Miçu

ONDE FICAR: Pousada Rio Suiá Miçu

PEIXES: tucunaré-amarelo , trairão cachorra-larga, bicuda e outros peixes como a traíra-paulista, peixes de couro, peixes de barranco como o pacu-prata, piaus, matrinxãs e até curimba

COMO CHEGAR: informações no final desta página

EXPLORANDO O RIO SUIÁ MIÇU 

Em Querência, isolada região do nordeste do Mato Grosso, corre o rio Suiá Miçu – afluente do rio Xingucom potencial de sobra para fazer brilhar os olhos de qualquer apaixonado pela pesca de arremesso de iscas artificiais.

Querência, denominação de cunho gaúcho migratório, típico das estâncias sulinas, com economia voltada principalmente para criação de gado de corte e cultivo de soja e arroz. Já o nome Suiá Miçu se refere a uma das tribos indígenas habitante do entorno de rio.

SEGUEM ALGUMAS IMAGENS DESTA NOSSA AVENTURA DE PESCA

BR-158 – Por do sol próximo a Querência (fotos tiradas de dentro do carro)

IMG_1314csIMG_1317 IMG_1331IMG_1319
_____________________________________________________________________________________________________
TRASLADO DE QUERÊNCIA ATÉ POUSADA SUIÁ-MIÇU  –  o de 175 km de uma aventura empoeirada. A estrada é de chão vermelho que, em época de seca, levanta aquele poeirão que faz valer o cuidado de ensacar toda a bagagem que ficar exposta. Necessário ter em mãos uma mapa ilustrativo de localização da pousada (no final deste página) e realizar este percurso durante o dia.

A expectativa de conferir sua pesca e belezas naturais cresce ao longo deste trajeto. Seguem algumas imagens do que encontramos pelo caminho entre Querencia e a Pousada, que fica na beira do rio, repleta de belas paisagens naturais, pontes de madeira rios e riachos, buritizais, animais silvestres e até uma comitiva de gado encontramos pelo caminho

IMG_8638TREDZ IMG_8641TREDZ IMG_8643TREDZIMG_8647TREDZ IMG_8650REDZ IMG_8652TREDZIMG_8654TREDZIMG_8654Tredz IMG_8655Tredz IMG_8656TREZIMG_8642TREDZ IMG_8663TREDZ  IMG_8667TREDZIMG_8669TREDZIMG_8678TREDZ IMG_8679TREDZ IMG_8684TREDZ IMG_8685TREDZ IMG_8689TREDZ IMG_8694TREDZ IMG_8695TREDZ IMG_8702TREDZ  IMG_2149T traslado querencia a pousada IMG_8708TREDZ IMG_8722TREDZ IMG_8728TREDZ IMG_8729TREDZ IMG_2106Tc traslado querencia a pousada IMG_8734TREDZIMG_1616v
IMG_1610IMG_8743TREDZIMG_1623IMG_2109T traslado querencia a pousada IMG_2105T traslado querencia a pousada  IMG_8738TREDZ IMG_2108T traslado querencia a pousadaIMG_8742TREDZ      IMG_0341Tredz IMG_0332TredzIMG_8750TREDZIMG_8758TREDZIMG_2095 traslado querencia a pousada IMG_8761TREDZIMG_8765TTREDZ IMG_8771TREDZ IMG_8778TREDZ IMG_8782TREDZ IMG_8787TREDZ  IMG_8800TREDZ IMG_8801TREDZIMG_1595IMG_1624
IMG_1644IMG_1645
IMG_8789TREDZ

IMG_2091T traslado querencia a pousada

IMG_8744TREDZ
__________________________________________________________________________________
POUSADA (chegada)

IMG_8817 redz IMG_2085IMG_1583

IMG_1339IMG_1347IMG_1340 ___________________________________________________________________________________________

TRASLADO RETORNO: Ao amanhecer e mais imagens que fezeram valer a pena cada quilômetros percorrido como encontro com o cachorro-do-mato e varias emas, inclusive com filhotes, uma com 5 e outra com 15 filhotes

IMG_0280TREDZ IMG_0284TREDZ IMG_0309TredzIMG_0314Tratada redz IMG_0322T=REDZIMG_2120T traslado querencia a pousada (ema com filhotes) IMG_2131T traslado querencia a pousada IMG_2135T traslado querencia a pousada IMG_2137T traslado querencia a pousada IMG_2153T traslado querencia a pousada IMG_2169T traslado querencia a pousada (ema com filhotes)_____________________________________________________________________________________________________

PESCARIA 2013

Nesta nossa primeira vez no Suiá-Miçu a pesca foi realizada em seus Lagos, no seu afluente, o rio Paranaíba com uso de iscas artificiais. Exploramos também o potencial de peixe de couro, como a especifica do Palmito e também do cachara com uso de tuviras e iscas vivas pegas na pesca de barranco, como o piau  

NOS LAGOS

O local é conhecido pela grande quantidade de lagos povoados por espécies de peixes esportivos da bacia, com destaque para grandes e brutos trairões (Hoplias aimara), os esportivos tucunarés-amarelos (Ciclha melaniae)  Porém somente alguns lagos são explorados pelo homem.

Os lagos são corpos d’água vitais que propiciam comida e proteção a peixes juvenis e matrizes em reprodução, garantindo a diversidade e aumento a população de peixes do Suiá, como o rio é carinhosamente chamado.

Para chegar até eles é preciso transpor canais estreito, rasos, com troncos e galhos caídos impedindo a passagem – tudo bem próximo a natureza…

IMG_9890 travessia tres lagosIMG_0635IMG_1454IMG_0262

_________________________________________________________________________________________
TRAVESSIA PELOS CANAIS   um capítulo à parte que remete às aventuras amazônicas em busca de tucunarés-açu.

Em nossa primeira vez no Suiá, quem nos apoia é o jovem e disposto guia de pesca, o Juninho,  que se esforça para transpor os obstáculos enquanto o motor de popa vai cortando o chão e tudo o que aparece pela frente.

Quando um tronco grande surge atravessado rente à linha d’água, é acelerar ao máximo e erguer o hélice rapidamente para deslizarmos sobre ele. Ás vezes, é preciso descer para para puxar ou empurrar o barco

IMG_0924IMG_0921IMG_1468t ravessia para lago 60IMG_1452 travessia para lago 60
___________________________________________________________________________________________________
quase lá… na boca do Lago
IMG_0649     IMG_9884
____________________________________________________________________________________________________
Nos pontos rasos demais, o jeito é avançar na base da Jinga, nome dado ao varão usado para impulsionar o barco
IMG_1449IMG_1476 travessia para lago 60

IMG_1521 travessia para lago 60IMG_1519 travessia para lago 60
___________________________________________________________________________________________________
perigos ocultos, como as raias sob as areias e caixas de marimbondo, o Caba, mas com os devidos cuidados são todos superados.
IMG_0257 raia avistada nos canaisacIMG_1262 marimbondo caba
____________________________________________________________________________________________________
Mas também surgem surpresas e oportunidades, representadas pela captura de trairões no visual e tucunarés
IMG_1143 trairão no canal do lago 60 pego com rubber jigIMG_0931 -saltou dentro barco
____________________________________________________________________________________________________
garça-branca-grande é esperta, tira proveito da travessia captura as piabas, que saltam com a passagem do barco, algumas caem dentro do barco.
IMG_1527recIMG_8725

IMG_9903 garça-branca-grande (Ardea alba)IMG_9904 garça-branca-grande (Ardea alba)
_________________________________________________________________________________________________
Outras aves como a garça-da-mata, pavãozinho-do-pará e pomba-galega também chegam perto e são registradas
IMG_1496 garça-da-mata (Agamia agami)redIMG_1233

IMG_1506red
_______________________________________________________________________________________________
NOS TRÊS LAGOS – pois realmente são três lagos interligados por canais

Encontramos baixa profundidade, transparência nas águas, algas e galhadas submersas em toda a sua amplitude

IMG_8732 travessia tres lagosIMG_0589 vegetação aquatica dos tres lagoa
IMG_8884 estrutura pesca tres lagosIMG_8919 estrutura de pesca tres lagos
_________________________________________________________________________________________________
Na entrada do primeiro lago somos recepcionados com bandos de garças-brancas e a solitária garça-moura
IMG_9941IMG_0052

IMG_8737IMG_9966
___________________________________________________________________________________________________
Os arremessos são feitos nos 360 graus à nossa volta, qualquer ponto é um pesqueiro em potencial. Bastam a aproximação do barco e a “zuada” da isca em um longo arremesso cortando o ar para os tucunarés fugirem em disparada, deixando rastros de poeira da argila clarinha pelo chão do lago.

Ficamos embasbacados com tanta fartura e, ao mesmo tempo, indignados por tão poucos se atreverem a atacar as iscas. Os peixes estão ariscos, não querem comer e recusam a maioria de nossas iscas, mas não é hora de desanimar, pelo contrário, um desafio vencido comprovado pelas capturas abaixo

IMG_8762  tucuna lagosIMG_9609
IMG_8748 saicanga
IMG_9205
IMG_9353IMG_9358 tucunas isolados varos tons cores
___________________________________________________________________________________________________
Percebemos vários ninhos e ovas fixadas a galhadas submersas, é tempo de reprodução.
IMG_8846 ovas de tucunaréIMG_8833 ovas de tucunares
__________________________________________________________________________________________________
NO LAGO 6O – o maior de  todos  (denominação dada pela sua dimensão em hectares)

Um dia antes, parte da operação de pesca no Lago 6O é antecipada e um barco extra é levado que ficará a nossa espera no dia seguinte 
IMG_9722IMG_9727 rumo lago 60
__________________________________________________________________________________________________
Dia seguinte, saímos junto com os primeiros raios de sol, pois a logística é demorada e trabalhosa. No caminho a bruma se espreguiçava acima da superfície da água.

O barco fica na barranca do rio e nós seguimos por uma estradinha aberta por uma madeireira clandestina desativada há seis anos que hoje serve de acesso a aventureiros atrás de uma boa pescaria, como nós.

IMG_1403com marca sumax-IMG_1410  rumo lago 60 _________________________________________________________________________________

São cerca de 500 metros de caminhada com tralha de pesca e equipamento fotográfico nas mãos e ombros mais motor de popa, elétrico, baterias e combustível levados com a ajuda de um carrinho de mão até o ponto onde há outro barco nos esperando para atravessar os canais e chegar até no Lago.
IMG_1411 rumo lago 60IMG_1553 rumo lago 60IMG_1429t rumo lago 60IMG_1432 rumo lago 60IMG_1435 rumo lago 60IMG_1428tone

____________________________________________________________________________________________________
Como por capricho da natureza, o Lago 6O tem formato arredondado e nos impressiona com sua dimensão. Suas águas estão mais profundas que dos lagos anteriores, reduzindo um pouco a transparência da água e estruturas, como as algasIMG_1804  lago 60IMG_1446  lago 60IMG_1482 lago 60IMG_0828   lago 60IMG_0831  lago 60
IMG_0948 estrutura lago 60

IMG_1129IMG_1281 estrutura lago 60

IMG_0750 estrutura lago 60
__________________________________________________________________________________________________
Encontramos algumas ilhas com estruturas nas margens para onde os arremessos são direcionados, rendendo tucunarés de bom tamanho e alguns trairões. Não deixamos de experimentar lances em direção ao centro do lago, em busca de algum destemido e grande peixe caçando por ali.

Os tucunarés estão muito ativos, saem até aos triplês. Atacam as iscas sem dó, principalmente as de meu parceiro Serginho que captura belos tucunarés e trairões  e com isso faz compensar todo o esforço da travessia e dos incontáveis arremessos das iscas artificiais

IMG_0606 tucuna lagos--IMG_0956 isca para os trairões e tucunaresIMG_9351 tucunas isolados varos tons cores IMG_0608  tucuna lagosIMG_0765  tucuna lagosIMG_0893 tucuna lagosIMG_0895 tucunas isolados varos tons coresIMG_0900  tucuna lagosIMG_1006  tucuna lagosIMG_1096  tucuna lagosIMG_1662  tucuna lagos

IMG_1056 tucunas isolados varos tons coresIMG_1474 tucunas isolados varos tons cores

IMG_1568 tucuna lagosIMG_1549 tucuna lagosIMG_1553 tucuna lagosSIMG_1684 tucuna lagosIMG_1706 tucuna lagosIMG_1714 tucunas isolados varos tons coresIMG_1720 tucunas isolados varos tons coresIMG_1782 trairão do lago 60IMG_1767 trairão do lago 60
__________________________________________________________________________________________________
Solturas do trairão e tucunaré
IMG_1792IMG_1729 tucunas isolados varos tons cores
______________________________________________________________________________________________
Triples e dublês de tucunarés
IMG_1026 dubles e tripleIMG_0728 dubles e triples
_________________________________________________________________________________________________
Isca de hélice, presente Marlucio Ferrreira, mostra sua produtividade
IMG_1605IMG_1616
_________________________________________________________________________________________________
De brinde, uma bicudinhaIMG_1465 bicudaIMG_1464 bicudaIMG_1466 bicuda
_________________________________________________________________________________________________
Vem também a traíra, lá chamada de traíra paulista

IMG_0490 traira paulistaIMG_0495 traira paulista

__________________________________________________________________________________________________
Vai com Deus e volta sempre..
IMG_1664 tucunas isolados varos tons coresTIMG_1668 tucunas isolados varos tons cores IMG_1669 tucunas isolados varos tons cores
________________________________________________________________________________________
COMPLEXO AQUÁTICO DO PARANAÍBA

O sol brilha dourado atrás da mata, subimos de barco por uma hora e meia com motor de 15 hp adentrando até próximo da nascente do Rio Paranaíba, afluente do Suiá.

IMG_8533T foz do rio Paranaiba no Suia-Miçu

Desembocadura do rio Paranaíba n rio Suiá-Miçu

Passamos pela ponte sobre o Paranaíba e seguimos até no ponto em que ele deita na planície formando alagados entre alamedas de buritizais.
IMG_8955 ponte sobre o rio ParanaíbaIMG_8537T ponte de madeiar sobre o rio Paranaiba IMG_1914 ponte de madeiar sobre o rio Paranaiba_______________________________________________________________________________

O barco se envereda nas curvas de cursos de águas límpidas e protegidas do vento, revelando sob sua transparência a vegetação aquática com variações de tons de verde e marrom à mostra na linha d’água.

Nos entremeios dos raseiros estão os drops (desníveis no chão do rio), moradas dos tão desejados trairões. Cardumes de peixes como matrinxãs e piaus são avistados nadando em velocidade quando o barco se aproxima.

São imagens únicas que nos emocionam e levam à reflexão do quão pequenos somos diante de tanta riqueza natural, é preciso preservar isso para as gerações futuras!

IMG_9064 meandros no Paranaíba e buritis1IMG_9036semmarca25x15
IMG_9093IMG_9090IMG_9109 egetação aquatica e drops no ParanaíbaIMG_9139 vegetação aquatica e drops no ParanaíbaIMG_9060 algas nos raseiros do ParanaíbaIMG_9132 vegetação aquatica e raseiro no ParanaíbaIMG_9472IMG_9470 raseiros transparentes no parana´ba
___________________________________________________________________________________________________
O trairão, com sua boca grande e dentes cortantes, surge do fundo ou de trás das estruturas. Às vezes gruda na isca e pesa na linha como um pau, quase como um enrosco, ou dá aquela espetacular pancada nas iscas artificiais de superfície, explodindo na flor d’água também durante a briga, ao se aproximar do barco.

O tucunaré, depois de fisgado, corre rumo à vegetação submersa para se desvencilhar da isca. Os arremessos são curtos para diminuir a distância e o tempo de o peixe ir para o enrosco, e muitos são embarcados.

IMG_9161IMG_9244 trairão do paranaiba (afluente do suia miçu)IMG_9247 trairão do paranaiba (afluente do suia miçu)IMG_9317 tucuna no Paranaíba (buritizais)1IMG_9330 tucuna no Paranaíba (buritizais)IMG_9355IMG_9364 dubles e tripleIMG_9261 trairão do paranaiba (afluente do suia miçu)IMG_9289 trairão do paranaiba (afluente do suia miçu)
___________________________________________________________________________________________________
Um trairão corta a linha, leva a isca na boca e vai para o fundo, mas fica visível e o capturamos novamente com uma tuvira. Ele vem para as fotos e a isca é recuperada para garantir mais emoções.

IMG_9454 isca pesca do palmito e trairãoIMG_9148 isca e trairão recuperados
_________________________________________________________________________________________________
Vamos para o meio do canal do Paranaíba, onde mais tucunarés e trairões destemidos são capturados e mais fáceis de serem embarcados, pois ali a briga é limpa. Encontramos também os Índios Suiás, acampados na mata,  assando suas caças para suprir seu estoque de alimentos

IMG_9517IMG_0271IMG_9522IMG_9525IMG_9527IMG_9536IMG_9529IMG_9539
___________________________________________________________________________________________________
Índios Suiás caçando tracajás no canal do Paranaíba
IMG_9505IMG_9501IMG_9504
___________________________________________________________________________________________________
PESCA DO PEIXE PALMITO DO SUIÁ

De volta ao Suiá, o guia Junior, sabendo de nossa intenção de mostrar a maior diversidade de peixes possível, prende o barco em uma galhada próxima à margem para a pesca do palmito.

O procedimento é arremessar em sentido perpendicular ao curso do rio uma tuvira iscada em anzol encastoado sem chumbada.

Nas primeiras descidas elas são atacadas por piranhas-pretas
IMG_9644 piranha d pesca  do palmitoIMG_9649 piranha d pesca  do palmito
__________________________________________________________________________________________________
Mas não desistimos e no findar da tarde os palmitos aparecem, e em bons tamanhos. Um deles é macho em fase reprodução percebido pela serrilha na sua barbatana dorsal. A boa surpresa nos estimula ainda mais a tentar a captura de outras variedades de peixe.

IMG_9660 palmito com tuvira - ancoradoIMG_9688 palmito com tuvira - ancoradoIMG_9677 palmito com tuvira - ancoradoIMG_9692 palmito com tuvira - ancorado
___________________________________________________________________________________________________

COMPLETANDO A DIVERSIDADE  – Pesca de Barranco e de Peixe de Couro

Não é preciso sair de barco, a pesca é de barranco próximo à pousada. A dica é esperar jogarem no rio os restos de alimentos.IMG_9770 pesca barranco

Usamos pedaços de queijo como isca e não demora muito para virem peixes como: matrinxã, pacu-ferrugem, pacu-prata, piau-três-pintas, piranha-chupita e outras espécies de piranha, e até um curimbatá.
IMG_9761  pesca de barranco queijo d iscaTIMG_9734 pesca de barranco queijo d iscaIMG_9777 pesca barrancoIMG_9828 pesca barrancoIMG_9821 pesca barrancoIMG_8869 pesca barranco - nossa guia JuniorIMG_9855 pesca barrancoIMG_9866 pesca barrancoIMG_9867 pesca barrancoIMG_0278 pesca barrancoIMG_0285 pesca barrancoIMG_0289 pesca barranco
___________________________________________________________________________________________________
Nota: Alguns piaus, guardamos para a pesca embarcada de peixes de couro.

Não temos sucesso na rodada, mas Aguinaldo, outro guia de pesca, Aguinaldo, que está pescando em seu dia de folga, pega um belo BARBADO, conhecido localmente por barba-chata.

IMG_0323IMG_0314 aguinaldo barba chata rodandoIMG_0315 aguinaldo barba chata rodando
___________________________________________________________________________________________________
Com o barco ancorado perto da margem surgem as CACHARAS, que produzem um tipo um estalo sonoro denunciando que estão por perto. São pequenas, mas valem o registro da espécie.IMG_1353IMG_0335 cachara com pedaço de piau- ancoradoIMG_0344 cachara com pedaço de piau- ancorado
___________________________________________________________________________________________________
ASSADO NO BARRANCO – este não pode faltar, é de praxe!

com os guias de pesca, Juninho e Aguinaldo, mais e a turma do Marlúcio

IMG_0951IMG_1496IMG_1492IMG_9487IMG_9481IMG_1501IMG_1498IMG_1506IMG_9483IMG_9485IMG_9484IMG_9479
______________________________________________________________________________________________________
Durante nossa AVENTURA DE PESCA muitas IMAGENS ficaram guardadas em nossas lembranças que foram avistadas e algumas REGISTRADAS durante a pescaria, a navegação, transposição de canais – desde  as primeiras  as ultimas horas do dia.

Várias espécies de AVES como o urubu-de-cabeça-vermelha (Cathartes aura), o cabeça-seca (Mycteria americana), gavião-de-cara-preta (Leucopternis melanops), garça-branca, martim-pescador, corocas,, tapicurus, talha-mar, gavião-de-anta, colhereiros, patos-do-mato, jacus, mutuns. E muitos OUTROS ANIMAIS, como porco-do-mato, capivaras e jacarés, vale ficar com os olhos atentos.

IMG_0462 cabeça-seca (Mycteria americana)redIMG_0091IMG_1330IMG_9387 -gavião-de-cara-preta -Leucopternis melanopsIMG_8977TredzIMG_9091TredzIMG_9354TredzIMG_9207Tredz=IMG_9254redzIMG_9368TredzIMG_9713Tredz IMG_9715TredzIMG_9741TredzIMG_9774TredzIMG_9842TredzIMG_0228redzIMG_0175TredzIMG_0070redzIMG_9560redzIMG_1851TIMG_1991TIMG_2040T
_________________________________________________________________________________________________
Os jacarés também são muito comuns e chamam a atenção; sempre atrás de nossas iscas, tanto as tuviras como as artificiais ou se aquecendo ao sol  camuflados na vegetação secaIMG_0134redz IMG_8980 jacare camufladoIMG_2040TIMG_0961IMG_0966IMG_0126 duble com jacaréIMG_0135 duble com jacaré
__________________________________________________________________________________________________
PLANTAS floridas e com frutos também chamam a atenção e são registradas

IMG_9276Tredz IMG_0548IMG_1418IMG_1425
IMG_9019Tredz
IMG_9022Tredz IMG_9171TredzIMG_9274redz
IMG_9500Tredz IMG_9955Tredz
___________________________________________________________________________________________________
Os primeiros e últimos raios de sol foram sempre presentes em nossos dias de pesca e dão show de imagens

AMANHECER

IMG_1942T amanhecer no suiá-miçu IMG_9001TredzIMG_1948T amanhecer no suiá-miçu IMG_1951T amanhecer no suiá-miçu IMG_1953T amanhecer no suiá-miçuIMG_1962T amanhecer no suiá-miçu
IMG_9012TredzIMG_9233Tredz IMG_9222Tredz IMG_9221TredzIMG_0003Tredz IMG_0006Tredz
________________________________________________________________________________________________________
ENTARDECER

IMG_9195Tredz IMG_9197Tredz
IMG_0259Tredz IMG_0269Tredz IMG_0271Tredz IMG_0275TredzIMG_1202 por do sol no Lago 60IMG_1203 por do sol no Lago 60=
IMG_1239 por do sol no SuiáIMG_1249

IMG_0358IMG_1253 amanhecer no Suiát
_________________________________________________________________________________

PESCARIA 2014

Neste ano a pescaria, em sua grande parte, foi no próprio rio Suiá em pontos de barranca, raseiros, remansos, espraiados, em boca de lagos e afluentes, como a do rio Paranaíba. Exploramos somente alguns lagos de fácil acesso, como os Lago do Redondo, Boca Larga, da Balsa e do Índio, este ultimo foi um pouco trabalhoso atravessar seu canal de acesso. Em um dos dias de pesca subimos o Suiá até um local distante conhecido como Joatã e Jordelino, porém sempre por perto a outros casais pescadores. Seguem algumas imagens desta pescaria

Navegando – contamos com o apoio do guia de pesca Gilberto

IMG_8853 redzIMG_9024Tredz IMG_8858T redz IMG_8859T redz IMG_9013Tredz  IMG_9016Tredz

___________________________________________________________________________

Casais de amigos sempre por perto nesta aventura de pesca pelo rio e lagos

IMG_9038Tredz IMG_9044TredzIMG_9230redz IMG_9235redzIMG_9981redzIMG_9986Tredz IMG_0022Tredz IMG_0025TredzIMG_9961Tredz IMG_9979TredzIMG_9118TredzIMG_9047TredzIMG_9342Tredz IMG_9346Tredz

________________________________________________________________________________________

Lago dos Índios – travessia do canal de acesso extenso e no momento bem raso

IMG_9676Tredz IMG_9681Tredz IMG_9684redz IMG_9693Tredz IMG_9696Tredz IMG_9697tredz IMG_9699Tredz IMG_9869Tredz IMG_9872Tredz IMG_9873Tredz IMG_9874Tredz IMG_9978Tredz

____________________________________________________________________________________

TUCUNARÉS – sua esportividade vem tanto em bons tamanhos e em dublês

IMG_9422TredzIMG_8866 redz IMG_8867 redz IMG_8875 redz IMG_8892 redzIMG_8932Tredz IMG_8952 redz IMG_8965Tredz IMG_8970redzIMG_9295redz IMG_9296tredz IMG_9317Tredz IMG_9322Tredz IMG_9375redz IMG_9399Tredz IMG_9406Tredz IMG_9409TredzIMG_9531redz IMG_9546TredzIMG_9636Tredz IMG_9643Tredz IMG_9645Tredz IMG_9667TredzIMG_9787redz IMG_9972Tredz

_____________________________________________________________________________________

TRAIRÕES – a emoção de sua captura com isca artificial é proporcional ao seu tamanho

IMG_9458TredzIMG_9449Tredz IMG_9452Tredz IMG_9453Tredz  IMG_9468Tredz IMG_0255TredzIMG_9884Tredz IMG_9907redz IMG_9915Tredz IMG_9925TredzIMG_9952redz

____________________________________________________________________________________

BICUDASIMG_0222Tredz IMG_9624Tredz    IMG_0211redz

___________________________________________________________________________

PIRANHAS – piranha-preta (Serrasalmus rhombeus)  e piranha-xupita (S. manuelli)

IMG_9613TredzIMG_0111Tredz

________________________________________________________________________________________

Fomos também o rio Águas Claras (afluente do Suiá), porém não pescamos, estava muito raso e seria necessário ir em pontos mais acima e precisamos retornar, ficou para uma próxima oportunidade.

IMG_8425T entrada para rio águas claras IMG_8426T foz do rio águas clara no suia-miçuIMG_9146Tredz IMG_9159Tredz IMG_9164TredzIMG_9191Tredz  IMG_9184Tredz IMG_9189Tredz IMG_9193Tredz IMG_9171Tredz___________________________________________________________________________________________

PESCARIA 2015 

Neste ano nossa pescaria se concentrou mais no rio Paranaíba atrás dos TRAIRÕES, mas muitos tucunas também vieram para as fotos. Também tivemos boas ações nas águas rápidas da boca do rio Águas Claras e em boca de lagoas. Quem nos acompanhou nesta pescaria foi o guia de pescaRobson, conhecido como Índio

IMG_8599IMG_8500T IMG_8520 IMG_8589 IMG_8699 IMG_8701 IMG_8772 IMG_8784 IMG_8791 IMG_8851 IMG_8882 IMG_8885T IMG_8894 IMG_8907IMG_2043 IMG_2047 IMG_2059 IMG_8412 IMG_8417T IMG_8419 IMG_8730T IMG_8738 IMG_8743 IMG_8762 IMG_8793 IMG_8800 IMG_8804 IMG_8807IMG_1996 IMG_8750T= IMG_8751redz IMG_8821TIMG_8826T IMG_8827T

_________________________________________________________________________________

TUCUNARES – sempre muito bem-vindos

IMG_1886TIMG_8362T IMG_8365TIMG_8447= IMG_8544 IMG_8548IMG_8636TTONE IMG_8638T IMG_8643T IMG_8657TIMG_8711T IMG_8716T IMG_8723T IMG_8728TIMG_1821 IMG_1867T IMG_2062 mordida de trairao IMG_8375 IMG_8385 IMG_8483 IMG_8562 IMG_8608 IMG_8616 IMG_8621 IMG_8856 IMG_8858IMG_1832= IMG_1918T=

__________________________________________________________________________________________

BICUDA – encontrada nas águas rápidas da boca do rio Águas Claras

IMG_8473Trec IMG_8474Trec

_______________________________________________________________________________________

JACUNDÁ – da mesma família do tucunaré impressiona pela sua beleza

IMG_8835Tredz IMG_8835Trecredz

___________________________________________________________________________________________

Meu companheiro de todas pescaria – Sergio Pellizzer e nosso guia de pesca  – Robson

IMG_1800IMG_1986redz

______________________________________________________________________________________________

Algumas imagens da Pousada e dos novos amigos pescadores em momentos de descontração com os amigos
IMG_1382IMG_1383
IMG_1375IMG_1381
IMG_3896redz IMG_3898redz IMG_3913redzIMG_3931redzIMG_3893redzIMG_1376


___________________________________________________________________________________________

Rampa de desembarque – bateria sendo carregadas e pescadores se preparando para mais um dia de pesca
IMG_8819 redzIMG_9210Tredz
IMG_8862IMG_8867IMG_8868IMG_9696IMG_9703IMG_9704
__________________________________________________________________________________________________
Artesanato indígena
IMG_1348 IMG_1350
_________________________________________________________________________________________
DESPEDIDAS  (estivemos no Suiá em varias ocasiões e com turmas diferentes)

Agosto 2013 Turma do Tucuna Master com Marlúcio Ferreira (pescador esportivo e apresentador do programa de pesca “Curva de Rio”), Pereira da Silva  e o cinegrafista, o Lucimar Ferreira (Jacaré)  mais a Turma  de Curitiba com Sergio sebastião do SantosJorge Luiz Schwab,  Valdecir Schenkel,  Ivan Freitas Jr e meu marido, Serginho Pellizzer

IMG_1572IMG_1574IMG_1578IMG_1582

_____________________________________________________________________________________________________

Eu,  Isabel Pellizzer com Marlúcio Ferreira  e com  Euler Vieira, proprietário da pousada Suiá Miçu e da Agencia de Viagens em  BH, a Fishtour.

IMG_1569IMG_1576
___________________________________________________________________________________________________

Setembro 2014 Turma de Casais da Sumax 

IMG_8821redz________________________________________________________________________________

Setembro 2015 Turma de Uruguaios e Toninho da Sumax em setembro 2015 – neste ano tivemos o privilegio de contar com a presença do amigo Euler Vieira, proprietário da pousada.

IMG_2071 IMG_2073 IMG_2088

________________________________________________________________________________________________________
NOTAS

> O pesque e solte é obrigatório no Suiá Miçu desde 2011 ( um  acordo entre os Índios Suiás e o Euler Vieira, dono da pousada, para a preservação do local).

> O rio está no entorno da Reserva Indígena dos Suiás Miçus, uma Zona de Amortecimento Ecológico com atividades humanas restritas no propósito de minimizar os impactos na conservação do ambiente.

> A melhor época para pescar peixes de escamas como tucunaré, trairão, cachorra-larga e bicuda é de julho a outubro, quando o nível do rio está mais baixo. Peixes de couro é de março a julho com água mais alta

EQUIPAMENTOS UTILIZADOS

Baitcasting – varas de 5’6” a 6’, classe 17-20 lb, de ação média a rápida; carretilhas leves, de perfil baixo; linhas de multifilamento de 20 a 30 lb; líderes de fluorcarbono de 0,47 a 0,52 mm; iscas artificiais: de superfície dos tipos zara, hélice, stick e popper de 9 a 13 cm, além de jigs com cerdas de penacho ou borracha e shads para locais mais fundos.

IMG_0014redz        IMG_0012redz         IMG_9113Tredz       IMG_9960redz

Iscas naturais – varas de 6’, classe 20-30 lb, de ação rápida; carretilhas de perfil redondo para pelo menos 100 de linha de multifilamento de 30 a 50 lb; anzóis: 5/0 a 7/0, encastoados; iscas: tuviras e pedaços de piaus.

Pesca de barranco – vara de 2,5 a 4 metros: linha de 0,20 a 0,30 mm de monofilamento com comprimento maior de 20 a 60 cm do tamanho da vara, anzol: Chinu numero 5 a 7; iscas: pedaços de queijo. Com vara de arremesso e linha de multifilamento liberar a fricção e adicionar uma chumbada de 5 a 10 gramas a 20 cm do anzol para ajudar no arremesso

Levar também: alicate de contenção, alicate de bico, passaguá, roupas e acessórios de proteção ao sol, máquina fotográfica e  muita água para hidratar

COMO CHEGAR

Por via aérea: em voo comercial até Sinop e em seguida voo fretado até pista de pouso particular próxima à pousada na beira do rio.

Por via terrestre (a partir de São Paulo): SP-348 (Rod. dos Bandeirantes) até Campinas; SP-330 (Rod. Anhanguera) até Limeira; SP-310 (Rod. Washington Luiz) passando por Rio Claro, São Carlos, Araraquara, São José do Rio Preto e Mirassol; SP-320 (Rod. Euclides da Cunha) até Santa Fé do Sul; MS-158 sentido Paranaíba; GO-178GO-364 sentido Jataí, Carapónia, Barra do Garça, Nova Xavantina, Água Boa, Ribeirão das Cascalheiras e Querência.  De Querência/Pousada seguir por 175 km de estrada de chão até a pousada. Total: 1 880 km.

IMPORTANTE:  ter em mãos o mapa de localização de Querência até a  Pousada  

mapa Suiá

AGRADECIMENTOS

logo pousada suiá

CONTATOS

Pousada Suiá Miçu  http://www.suiamicu.com/website/ /

E-mails: vieiraeuler@gmail.com  / alice@fishtour.com.br  /  suiamicu@suiamicu.com

Tel.:   (31) 8634-2935 / (31) 3261-6853

Euler Vieira ( proprietário da agencia de viagem Fishtour e da Pousada Rio Suiá Miçu)

Otávio Vieira – www.pescagerais.com.br / tel. (31) 8899-4992

VEJA TAMBÉM (matéria publicada na revista Pesca Esportiva) =>  Sob as águas do Suiá”

VÍDEOS 

__________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________-

___________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

OBRIGADA SUIÁ MIÇU!!!

 

Sobre isabelpellizzer

Sou do interior do estado de São Paulo, Paraguaçu Paulista, casada com Sergio Pellizzer há 31 anos, mãe de dois filhos, Marcelo (30 anos) e Caio (27 anos). Formação: Engenheira Agrônoma e Técnica em Agrimensura. Paixão: Pescadora Amadora Esportiva desde 1997 que gosta de compartilhar suas experiências na pesca. Colaborei com matérias de pesca por 8 anos seguidos com a revista Pesca Esportiva e, no momento, colaboro com a revista Pesca e Cia. Amante da Natureza com especial admiração pelas aves e plantas. Quando as encontro nas pescarias, faço os registros e identificações, igualmente faço aos peixes. Atualizado: 21/04/2016
Comente com o facebook (Precisa estar logado)
Os comentarios aqui expressos sao de responsabilidade de seus autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top

XML Sitemap