Últimas Notícias
Familia Centropomidae

Familia Centropomidae

Compartilhe

FAMÍLIA CENTROPOMIDAE – representada pelos robalos

CARACTERÍSTICAS: Família dos robalos ou camurins como é conhecido na região Norte e Nordeste. Presente em todo o Litoral das Américas. Desde a Carolina do Sul (EUA) ao Rio Grande do Sul (verão brasileiro) em ambientes de rios costeiros, mangues, praias, costões rochosos, estuários e até recifes de corais (da superfície até 20 metros de profundidade). Gostam do movimento das marés de enchente e vazante que revolvem o fundo e expõe as presas. Reproduzem no mar – No verão na região Sul e Sudeste do Brasil e Na primavera ao outono no Norte e Nordeste

 

Nome comum: Robalo-flecha, camurim-açu, camurim-preto, camurim-flecha, bicudo, robalão, escalho, robalo-furão, robalo-cambriaçu

Nome cientifico: Centropomus Undecimalis

capturado no estuário de Porto Cubatão em Cananeia (SP) com isca artificial em 13/03/2011

Dados biológicos: reproduzem no mar e se desenvolvem em área de estuários, mangues e lagoas salobras

Hábito alimentar: carnívoro (peixes, crustáceos, moluscos, insetos, vermes)

Tamanho: chega a 1,4 metros e 24 kg

Habitat: ocorrência da Carolina do Sul (EUA) ao Rio Grande do Sul(verão)

Status de conservação: não ameaçado

Importância: pesca amadora, esportiva e profissional, na culinária.

Dicas de pesca: pescar o ano inteiro, em rios costeiros, mangues, praias, costões rochosos, estuários e mesmo em recifes de corais, da superfície aos 20 metros de profundidade. Os grandes robalos-flecha devem ser procurados em geral em dias de marés grandes, ou seja, de luas cheia ou nova, e, de preferência, entre o reponto da maré de enchente e o final da vazante – inclusive no reponto. Iscas de sardinha ou parati vivas, bem como grandes camarões vivos, são ideais. Entre as artificiais, grandes iscas de meia-água (até 15 cm), iscas plásticas e camarões artificiais são as mais indicadas

__________________________________________________________________________________________________

Nome comum: robalo-peva, camurim-apuá, cambriaçu, camurim-bbranco, camurim-amarelo, camurim-peba, camurim-pena, camurim-tapa, camuri, cangoropeba

Nome cientifico: Centropomus parallelus

capturado no estuário de Porto Cubatão em Cananeia (SP) com isca artificial em 13/03/2011

Dados biológicos: reproduzem no mar e se desenvolvem em área de estuários, mangues e lagoas salobras

Hábito alimentar: carnívoro

Tamanho: chega a 70 cm e 5 kg

Habitat: da Carolina do Sul(EUA) ao Rio Grande do Sul(verão)

Status de conservação: não ameaçado

Importância: na pesca e culinária

Dicas de pesca: pescar o ano inteiro, em rios costeiros, mangues, praias, costões rochosos e estuários, da superfície aos 20 metros de profundidade. Para os robalos-peva, iscas artificiais, como plugs (até 10 cm), pequenos jigs de penas e de metal fazem grande sucesso entre eles, principalmente se o pescador estiver em áreas de baías e estuários, pescando no fundo. Camarões artificiais de tamanho médio também são excelentes opções, até em regiões do Nordeste, em meio aos currais de pesca e às arvores de manguezais. Caso a preferência seja por iscas naturais, escolha sardinhas, parati e camarões vivos.

Sobre isabelpellizzer

Sou do interior do estado de São Paulo, Paraguaçu Paulista, casada com Sergio Pellizzer há 31 anos, mãe de dois filhos, Marcelo (30 anos) e Caio (27 anos). Formação: Engenheira Agrônoma e Técnica em Agrimensura. Paixão: Pescadora Amadora Esportiva desde 1997 que gosta de compartilhar suas experiências na pesca. Colaborei com matérias de pesca por 8 anos seguidos com a revista Pesca Esportiva e, no momento, colaboro com a revista Pesca e Cia. Amante da Natureza com especial admiração pelas aves e plantas. Quando as encontro nas pescarias, faço os registros e identificações, igualmente faço aos peixes. Atualizado: 21/04/2016
Comente com o facebook (Precisa estar logado)
Os comentarios aqui expressos sao de responsabilidade de seus autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top

XML Sitemap