Compartilhe

FAMÍLIA TRICHIURUDAE: representada pela espada

Nome comum: espada, peixe-espada, peixe-fita, guaravira, catana, embira

Nome cientifico: Trichiurus lepturus

capturada no estuário de Porto Cubatão em Cananeia (SP) com camarão em 17/03/2011
capturada no estuário de Porto Cubatão em Cananeia (SP) com camarão em 17/03/2011

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dados biológicos: reprodução final da primavera – verão perto da costa e ano todo  em mar aberto. não gosta de água menos 12°C

Hábito alimentar: carnívoro (camarões, caranguejos e peixes da superfície)

Tamanho: até 2,40 metros e 5 kg

Habitat: todos os mares quentes e temperados. No Atlântico Ocidental, do Canadá a Argentina

Status de conservação: não ameaçado

Importância: diversidade de espécie

Dicas de pesca: Pescar por todo o ano em todo o Brasil, exceto no Sul durante o inverno durante o dia, o espada pode ser pescado em baías e estuários com sardinhas inteiras ou em filés. À noite, os cardumes encostam em ilhas, lajes e costões, e podem ser pescados com o auxílio de boias luminosas. Os metal jigs são as iscas artificiais mais indicadas.

Leave a Comment