Compartilhe
  • Apresentação das características dos peixes para uma pesquisa rápida que podem ajudar o pescador na escolha das técnicas a serem aplicadas na pesca.
  • As espécies dos peixes estão organizadas em grupos, representados por suas respectivas famílias e com uma ficha técnica de suas características
Nota: Serão apresentados somente peixes  capturados e documentados em nossas pescarias.
– 

PEIXES DE ÁGUA DOCE

Espécies capturadas entre rios, lagos e represa do Brasil desde as esportivas com uso de iscas artificiais como as capturadas com iscas naturais nas mais diversas modalidades de pesca

Confira aqui…

____________________________________________________________________________________________________

PEIXES DE ÁGUA SALGADA

Espécies de peixes capturadas no Lagamar – complexo estuário de Porto Cubatão em Cananeia (SP) com uso de iscas artificiais e camarão vivo 

Confira aqui…

____________________________________________________________________________________________________

21 Thoughts to “Peixes (ficha técnica)”

  1. Rafael

    Olá! Obrigado pela resposta.
    Disseram Tambaqui então…? rs…é mto comum até o pessoal do próprio lugar chamar o tambacu de tambaqui, he he, só q no Castelinho tem muuuito + tambacu do q o tambaqui. Proporção esta, por sinal, q se dá em praticamente todos os pesqueiros do país;especialmente em SP. É Tambacu mesmo pela sua coloração – bem escura – e corpo bem redondão, enqto q o tambaqui é + alongado e sempre o verde do dorso tem destacada separação da raja preta na porção inferior do corpo, sendo o queixo e um pouco do “peito” brancos.
    P/ tirar d vez as dúvidas, recomendo visitar o site fishingtur q traz na primeira pág. matéria diferenciando os 2, ok?
    Espero ter colaborado.
    Grande abraço!

    1. isabelpellizzer

      Ok, Rafael! Pelo visto vc entende mesmo das diferenças entre esses dois peixes.
      Terei, então, que deixar este peixe com sua ficha de identificação incompleta, pois tambacu é um peixe criado em laboratório….
      Vou lá arrumar, obrigada pela atenção! Abraço!

  2. Rafael

    Olá Isabel, como vai? Gostaria d dizer q a foto do Tambaqui está errada. Vc pôs a d um Tambacu.
    Abs.

    1. isabelpellizzer

      Olá Rafael! Tudo bem, obrigada! Este peixe foi pego no Pesqueiro Castelinho em São Pedro (SP) e lá me disserem se tratar de um tambaqui,rs!
      Mas vou deixar sua observação anotada e caso mais alguém o considere também um tambacu edito a identificação, ok?
      Um abraço e obrigada pela visita e pela observação!

  3. gostei muito acho que todos deveriam conhecer um pouco dos pescados brasileros

    1. isabelpellizzer

      Olá Nelson! Que bom que gostou! Sim, tem razão, eu também gosto de conhecer sobre nossos peixes, além de interessante ajuda bastante na técnica de pesca
      Abraço!

  4. ittalo

    Gostaria de ajudar, com a sua permição, na identifição de algumas espécies e nos seguinte complementos:
    Caraputanga, Vermelho, Cioba, Vermelho-cioba,
    Snapper, mutton, gray e etc (Lutjanus spp.)
    DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA: Do Norte ao Sudeste
    DESCRIÇÃO: Várias espécies do gênero são conhecidas
    por vermelho ou cioba. Lutjanus analis vermelho-cioba possui o
    corpo com coloração verde-oliva no dorso, que se torna
    gradualmente vermelho em direção ao ventre. Atinge 1m e pouco
    mais de 15kg. Uma mancha preta característica está presente nos
    flancos, logo abaixo dos raios moles da nadadeira dorsal. Lutjanus jocu
    vermelho-siriúba, vermelho-dentão, cioba possui a
    coloração do corpo cinza-oliva, com o ventre avermelhado ou cor
    de cobre. Um par de caninos grandes na mandíbula superior são
    visíveis mesmo quando o peixe está com a boca fechada. Atinge
    130 cm e 28kg. Há ainda o pargo-boca-negra Lutjanus buccanella
    que possui coloração vermelha com nadadeiras amareladas, e
    uma mancha preta na base das nadadeiras pélvicas. Alcança
    14kg.

    ECOLOGIA
    Espécies costeiras que vivem em águas abertas e
    profundas, principalmente em locais com fundo de pedra e
    cascalho ao redor de ilhas, parcéis e formações de coral; os
    indivíduos jovens podem ser encontrados em águas mais rasas.
    Formam grandes cardumes, principalmente de peixes jovens; os
    adultos vivem sozinhos ou em pequenos grupos. No verão
    preferem as águas mais afastadas, e no inverno buscam áreas
    estuarinas. Alimentam-se de peixes, crustáceos e moluscos. Têm
    alto valor comercial, principalmente no Nordeste.

    EQUIPAMENTOS
    Equipamento do tipo médio; linhas de 17 a 20 lb;
    e anzol de nº 2/0 a n° 4/0 para pesca de fundo. Indispensável o uso
    de líder, já que se entocam com freqüência.

    ISCAS
    Iscas naturais, como lulas, camarões, sardinhas e moluscos.
    Jumping jigs jigs shadse pequenos também são eficientes.

    3,28kg/7 lb 3 oz -Lutjanus buccanella

    10,9kg/24 lb 0 oz -Lutjanus jocu
    13,72kg/30 lb 4 oz -Lutjanus analis

    fonte: Guia de pesca amadora peixes marinhos, IBAMA 2006

    1. isabelpellizzer

      Olá Italo! Obrigada pela ajuda na identificação! Desculpa a demora em ver seu comentário é que recebo dezenas de spans por dia e a sua msg, tão importante, acabou por ficar sem ver até hoje. 😉 Adicionei as informações ao peixe, valeu!

  5. ittalo

    adoro esse site! ele ta aqui o() nos meus favoritos.

    1. isabelpellizzer

      Obrigada, Italo! Fico contente que meu site tenha lhe agradado, o que me estimula em continuar a trabalhar nele! Abs!

  6. muito massa gostei:portugues
    i like:english

    1. isabelpellizzer

      Grata pelo comentário, Paulo! Abs!

  7. Thiago

    Olá amigo, tenho umas fotos de um peixe palmito, gostaria de compartilha, é uma especie diferente, o peixe tem varios ferroes…

    1. isabelpellizzer

      Olá Thiago, tudo bem?
      Desculpa a demora em responder, mas não sei o porquê seu comentário estava no spam…
      Gostaria muito de receber a foto de seu palmito
      Envie pelo e-mail isabelpellizzer@uol.com.br
      Obrigada, um abraço!

Leave a Comment