Últimas Notícias
Pesca no Rio Uruguai em Porto Xavier/RS

Pesca no Rio Uruguai em Porto Xavier/RS

Compartilhe

Dourados capturados em arremessos de iscas artificiais

Nosso destino é Porto Xavier, cidade gaúcha do Rio Grande do Sul, às margens do Rio Uruguai, trecho de águas baixas e rápidas

Ponto em que ele demarca a fronteira brasileira com a Argentina, onde, na outra margem, está a cidade de San Javier, sendo um importante ponto de intercâmbio entre os dois países, com destaque para o comercio da cebola argentina.

A travessia é feita por balsas. Vale explicar que, devido ao baixo nível do rio em Porto Xavier, foi necessário realizar dragagem e derrocamentos do leito rochoso do rio para aprofundar  e permitir a passagem das  balsas utilizadas na travessia entre Brasil e Argentina

Partimos o interior do Estado de São Paulo e adentramos no Rio Grande do Sul via Balsa atravessando o rio Uruguai entre Itapiranga/SC e Barra do Guarita/RS

DSCN0051 DSCN0056

______________________________________________________________

Na volta, atravessamos os estados pela Ponte (em reforma) sobre o rio Uruguai pela BR 158 no km 147, próximo a Iraí/RS

IMG_8735 IMG_8736

_____________________________________________________________________

Algumas imagens feitas na estrada

IMG_8701 recTIMG_8703 IMG_8697IMG_8705IMG_8761TIMG_8757T

__________________________________________________________________________

IMG_8695

Porto Xavier, RS

BOAS VINDAS!

A chegada acontece bem na hora do rancho.

Diovani Sandin , amigo e guia de pesca, nos espera em sua casa para  nos levar até o Pesqueiro do Cabrita

Saboreamos o salsichão, que é uma linguiça caseira feita com carne de porco picada miudinha e recheada com pedaços de queijo.

Recepção acolhedora da família de Gaudério Dávio, conhecido por todos como Cabrita, e de sua esposa Elizete ou simplesmente Lete.

IMG_1548 davio e lete

Gauderio Dávio (Cabrita), sua esposa Elizete (Lete), Valentina e Deivyd (foto do batizado da Valentina)

20140307_111843

Lete e Valentina

IMG_8086

Deivyd

 

__________________________________________________________

Nosso guia na empreitada será Diovani Sandin, amigo pescador de longas datas que sempre nos instigou enviando-nos imagens do local e de belos peixes do Rio Uruguai.

1972792_601264769962335_1671620857_o

Diovani com sua esposa, Carline, e o filho Pedro Henrique

AMANHECER

No Sul, a “peleia” começa cedo, com o sol tingindo as nuvens de vermelho, aquecendo, dissipando o nevoeiro e dando cor a tudo ao redor.

IMG_8009Tamanhecer neblina IMG_8007T

amanheceeer neblina IMG_8505T+ amanheceeer neblina IMG_8511
 

IMG_7711amanhecer neblina IMG_8027

____________________________________________________________________________________

CHÃO DE PEDRAS

O rio está bastante baixo, com profundidade entre meio e um metro mesmo em pontos distantes das margens. Reflexo da escassez de chuvas somada ao consumo de energia, que regem o fluxo que passa pelas comportas da Usina Hidrelétrica Foz do Chapecó  instalada  entre os municípios de Águas de Chapecó, em Santa Catarina, e Alpestre, no Rio Grande do Sul.

Os moradores locais contam que esse trecho já era raso desde antes das obras, com fundo empedrado ora marcado por lajes, ora por cascalhos. A navegação só era possível por meio de canoas regionais feitas de madeira movidas por dois grandes remos também feitos em madeira, então chamadas de chalanas.

canoa tradicional IMG_7722IMG_7731 IMG_8125pescador de caramujo (isca de piapara) IMG_8124

______________________________________________________________

Diovani desce o barco por meio de um trilho elétrico, equipamento adotado para causar baixo impacto à mata ciliar e o acesso do pescador e por uma trilha estreita com escada.

descida barco trilho IMG_7733 IMG_7741trilha  descida do pescador ao rio

_______________________________________________________________________

Experiente e conhecedor o caminho das pedras, porém não abre mão de uma rudimentar, mas funcional “armadura” desenvolvida para proteger a rabeta, e percorre o trajeto contornando os obstáculos com cuidado e devagar. O tempo até os pontos de pesca aumenta, implicando em menos tempo de linha na água, mas a segurança fica em primeiro plano

porto xavier

armadura – proteção do leme e helice

As iscas artificiais são lançadas em pontos de águas rápidas, próximo a remansos e estruturas como árvores debruçadas nas margens, galhadas que afloram na superficie ou nos trechos encrespados no meio do rio. Devido à baixa profundidade e à presença de pedras, as iscas escolhidas são de barbela curta, com nado a até 25 centímetros.

IMG_8397

iscas artificiais de meia-água, barbela curta e nado bem raso

Em nossas primeiras investidas, o desejado dourado não dá as caras. Mesmo mudando a modalidade para a rodada com tuvira, nenhuma ação acontece.

Diovani explica: é necessário que o rio “cresça”, e não precisa ser em grande medida. “Algo em torno de cinquenta centímetros já faz toda diferença”, diz. No final do dia vem a notícia, o rio cresceu dez centímetros. Parece nada, mas é sinal de liberação de água nas comportas e a tendência, segundo Diovani e Cabrita, é de que o nível continue a subir.

Entre dez e vinte minutos navegando rio acima a partir da pousada com motor de 15 hp está o ponto conhecido como Tombo do Cordão, configurado por uma coluna de pedras que atravessa o rio de margem a margem e recoberto por sarandis (tipo de arbusto)  que, com águas baixas, ficam expostos e formam o tal tombo, encrespando as águas rio abaixo.

salto do tmbo e sarandis IMG_7846

Tombo do Cordão – configurado por pedras e sarandis

IMG_7773 sarandis margens de rio IMG_7838 red

_____________________________________________________________________

Sarandis – Arbusto palustre comum na região, de grande fixação radicular, suporta fortes correntezas, também presentes nas margens promovendo a contenção de erosão das encostas, importante também na filtragem da água e com frutos apreciados pela avifauna

AÇÕES EM ALTA

Logo acima o Tombo do Cordão há duas pequenas ilhas que quebram a força das águas, e é em seu entorno que lançamos as iscas e finalmente encontramos os dourados. É arremessar junto à ilha e recolher, para o peixe atacar. Meu companheiro Serginho abre a fila e pega o primeiro. Todos se entusiamam a bordo, as expectativas aumentam e passamos a acreditar em mais capturas.

IMG_7914IMG_7918 IMG_7915

dourado Sergio IMG_7933IMG_7939T

IMG_8300

Aos poucos, à medida que o rio vai ganhando volume, o cenário vai ficando mais promissor. Alguns pontos de referência ficam encobertos pelas águas, mas não faltam bons locais para explorarmos.

Principais Pontos de Pesca e arremessos das iscas artificias: margens de rio e corredeiras. A partir do Pesqueiro do Cabrita, tanto subindo o rio até o Tombo do Cordão como descendo até o Tombo do Horizonte, composto por uma extensa corredeira de águas encrespadas devido o desnível e chão de pedras

pontos de pesca margem  IMG_8064

margem de rio – barranco

pontos de pesca margem  IMG_8067

estrutura nas margens

 

 

salto do tmbo e sarandis IMG_7846

Tombo do Cordão

salto tombo do horizonte IMG_8287

Tombo do Horizonte

_________________________________________________________________

A Técnica de Pesca de arremesso com plugs é simpels. O procedimento é subir até o ponto inicial da corredeira ou ponto de pesca, desligar o motor e descer o barco com a força da correnteza, controlando sua posição no remo (o uso de motor elétrico não é possível devido aos muitos pontos de baixa profundidade) enquanto arremessamos.

Apesar do aumento nas ações, nem todos os dourados são embarcados. Alguns se safam dando seu show de acrobacias no ar, enquanto outros vêm para as fotos. Fico particularmente realizada por ser minha primeira experiência com resultado positivo na pesca do dourado no baitcasting; afinal, não é um peixe fácil de ser fisgado e tampouco embarcado nessa modalidade. A dica é fisgar com consistência e não frouxar a linha em nenhum momento, principalmente quando ele salta.

Algumas imagens de peixes capturados

Diovani, apesar de estar controlando o barco próximo aos pontos de pesca, consegue realizar alguns arremessos e capturar alguns dourados

dourado Diovani IMG_3567T=

Diovani Sandin

IMG_8203

soltura para a vida e perpetuação da espécie

IMG_8187=IMG_8189IMG_8235

IMG_8630= IMG_8316 IMG_8289  IMG_8229IMG_7948T

IMG_8447 IMG_8434

__________________________________________________________________________________

Na PESCA DE RODADA com piramboia, bastante praticada localmente com o uso de boia para que a isca não se prenda nas pedras, quem fisga um belo espécime é o guia Matias, que acompanha o casal, Carlos Beltrão e Deise Royer a bordo de uma embarcação próxima, ambos pousam para as fotos.

carlos beltrão IMG_8638

Carlos Beltrão

guia Matias IMG_8653

guia de pesca Matias

cliente do guia Matias IMG_8645IMG_8660

___________________________________________________________________

Não poderíamos deixar de tentar as PIAPARAS, mas temos pouco tempo com elas.

IMG_8525

Matias e Carlos Beltrão

IMG_8542

Diovani e Sergio

__________________________________________________________________

Imagens do local e presença de outros pescadores locais de piaparas em suas chalanas

pescadores piaparas IMG_8526pescadores de piaparas canoas tradicionais IMG_8333

_____________________________________________________________________________

Diovani, exímio pescador, pega alguns exemplares e de bom tamanho, mas não se impressiona. “Esta é pequena, aqui elas chegam até os seis quilos”, afirma.

Diovani IMG_8479T=

Diovani e uma linda piapara

Diovani  DSCN0193T

Diovani captura uma linda piapara

O relato e os peixes que vemos sendo capturados nas embarcações próximas não deixam dúvidas de que vale a pena um retorno para ter essas grandes piaparas na linha.

O Sol também rege a pesca em Porto Xavier e, assim como iniciamos nossas atividades com ele, terminamos com a beleza de seu crepúsculo cor de fogo. Final do dia e da pescaria – espetáculo da natureza

IMG_7695Tpor do sol  IMG_7999

por do sol  IMG_7990

findar do dia e da pescaria – espetáculo da natureza

CASCUDO NA REDE – Uma pesca tradicional na região. A pesca do cascudo é feita com uso de redes presas em taipas, que são amontoados de pedras construídos artificialmente no leito do rio para formar pontos de remanso nos quais os cascudos se fixam e se alimentam. São diversas as espécies com interesse comercial para consumo. O Guia Kebra nos mostra a captura do pescado de cascudos em redes, tira-os da redes com ajuda de um ferramenta artesanal, o peixe é espinhento e machuca as mãos. Diovani e Mufum também nos acompanham

cascudo raro solto IMG_7806

este cascudo considerado raro pego na rede é liberado

pesca comercial cascudo IMG_8089pesca comercial cascudo IMG_8097IMG_8120 pesca comercial cascudopesca comercial cascudo IMG_8105IMG_8114pesca comercial cascudo IMG_8111

_________________________________________________________________

DOURADO COTA ZERO – Presenciamos alguns dourados sendo abatidos, burlando a lei (nº 9 893 de 01/03/2013 (art. 7º, anexo I), que proíbe a pesca da espécie (cota zero) sob pena de multa e prisão), tanto por pessoas da região como de fora. Tais pessoas parecem não compreender que a legislação tem embasamento científico e partiu da necessidade de se recuperar as populações de dourados e que, portanto, deve ser levada a sério. Felizmente, somos agraciados com boas capturas, mas é certo que a Mãe Natureza não vai aceitar esse tipo de desaforo para sempre.

IMPORTANTE – Para pescar na margem argentina, mesmo praticando o pesque e solte é necessário credenciamento emitido pela prefeitura naval argentina e licença de pesca pelo órgão ambiental.

 

EQUIPAMENTO RECOMENDADO

dourado Sergio IMG_7933IMG_8397

___________________________________________________________________________________

Varas de até 6’, classe 17-25 libras, com ação rápida; Carretilhas de perfil baixo rápidas (razão de recolhimento acima de 6:1); Linhas de multifilamento de 0,28 mm ou 40 lb; Líderes de fluorcarboo de 0,52 mm com o comprimento da vara; Iscas: plugs de meia-água com barbela curta de 8 a 13cm nas cores prata, vermelha com preto ou verde com  preto; Empate de aço flexível de 8 cm para proteger o líder da dentição do dourado (opcional).

Levar também – Alicate de contenção para embarque dos peixes e de bico longo para retirada de garateias, óculos polarizados, boné, neck tube ou chapéu com proteção para orelhas e pescoço, protetor solar, roupas leves de secagem rápida, luvas, capa de chuva, bolsa impermeável para pequenos pertences, licença de pesca amadora embarcada e máquina fotográfica.

MAIS INFORMAÇÕES

Porto Xavier/RS –  Fica no noroeste do Rio Grande do Sul. Municipalizado desde 1966, possui área de 275 km² e cerca de 11 mil habitantes (Censo 2010). É a região das missões jesuiticas, onde se encontram ruínas de cidades, muralhas e igrejas do século XVII, simbolizando a luta pela fé católica envolvendo jesuítas, índios, espanhóis e portugueses. Uma região é caracterizada por relevos de serra, araucárias majestosas e cidades interioranas com arquitetura de ascendência europeia e uma cultura miscigenada com a de nossos hermanos argentinos.

Rio Uruguai – Um rio sul-americano. Formado na Serra Geral, próximo à costa do Atlântico. A nascente é rio Pelotas (RS), que nasce há cerca de  65 quilômetros a oeste da costa do Atlântico. Passa a se chamar rio Uruguai após a junção do rio Canoas (SC) ao Pelotas (RS) na divisa entre os dois Estados. Segue em direção oeste e depois rumo ao sudoeste após receber águas rio Peperi-Guaçu (margem direita),  fronteira com a Argentina até receber águas rio Quaraí (margem esquerda) que atua como fronteira entre o Brasil e o Uruguai. Fora do Brasil, segue entre Argentina e Uruguai, indo desaguar no Rio da Prata após seus 1 770 km de extensão. Note que, desde a junção de seus formadores até a foz do rio Quaraí, são um total de 1 262 quilômetros, ficando os restantes 508 quilômetros do rio Uruguai correndo inteiramente entre terras uruguaias e argentinas. Se for considerada a extensão do Rio Pelotas, sua extensão chega aos 2 150 quilômetros. Seu desnível total é de 24 centímetros por quilômetro. Uruguaiana é a principal cidade gaúcha banhada por suas águas.

 

AGRADECIMENTOS

Pousada Pesqueiro do Cabrita

www.pesqueirodocabrita.com.br

 daviopx@hotmail.com

(55) 9961-9724

Diovani Sandin (guia de pesca)

diovani.sandin@hotmail.com /

(55) 9692-8663

VER MAIS sobre esta pescaria

Matéria Publicada na Revista Pesca Esportiva . “O Rei Amarelo do Sul” 

Vídeo You Tube

 

Nota: Pescaria realizada em inicio de março de 2014

Sobre isabelpellizzer

Sou do interior do estado de São Paulo, Paraguaçu Paulista, casada com Sergio Pellizzer há 31 anos, mãe de dois filhos, Marcelo (30 anos) e Caio (27 anos). Formação: Engenheira Agrônoma e Técnica em Agrimensura. Paixão: Pescadora Amadora Esportiva desde 1997 que gosta de compartilhar suas experiências na pesca. Colaborei com matérias de pesca por 8 anos seguidos com a revista Pesca Esportiva e, no momento, colaboro com a revista Pesca e Cia. Amante da Natureza com especial admiração pelas aves e plantas. Quando as encontro nas pescarias, faço os registros e identificações, igualmente faço aos peixes. Atualizado: 21/04/2016
Comente com o facebook (Precisa estar logado)
Os comentarios aqui expressos sao de responsabilidade de seus autores.

4 comentários

  1. Qual o preço da diaria? E o que ela cobre? Pouso alimentaçao, equipamentos de pesca?

    • Olá Jonatan!
      Primeiramente obrigada pela visita e confiança!
      Sobre a diária, existem varias opções, como com tudo incluso ou não, mas piloteiro acho importante, pois é um rio que dependendo da época do ano esta raso, com corredeiras e pedras e também pra acertar os pontos de pesca.
      Pra saber certinho, por favor, entre em contato com a pousada/dono da pousada, o Dávio, segue o e-mail daviopx@hotmail.com
      ou com Diovani Sandin que trabalha pra pousada e também lhe poderá dar todas essas informações, segue e-mail diovani.sandin@hotmail.com
      Um abraço e boas pescarias

  2. No mes de julho se pega dourado também? Tem como me enviar preços por diária para tres pessoas?

    • Olá Everson! Sim, no mês de julho se pega dourado
      Vou repassar seu e-mail para o Diovani que lhe dará estas informações, ok?
      Obrigada pela visita, um abraço!

      P.S. qualquer outra duvida é só entrar em contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top

XML Sitemap